Acessibilidade | Contraste | ? Dúvidas Frequentes | Mapa do Site

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Colunistas > Martinho Moreira Franco > Gaiatice para Varandas

Notícias

Gaiatice para Varandas


Martinho Moreira Franco

Quanto mais a professora Ângela Bezerra de Castro, o jornalista Gonzaga Rodrigues e a assistente social Marileide Melquíades torciam o nariz para as piadas que esta coluna repassava uma vez por semana, tanto mais o meu amigo Varandas Fillho sorria de cair o queijo com elas. Costumava ligar para mim dando conta das gargalhadas, além enviar suas colaborações por e-mail. Trocávamos, então, figurinhas sobre humor e rememorávamos a época em que ele era cronista social (“o jornalista de branco”, quantas saudades!) e eu, crítico de cinema, no “Correio da Paraíba” da Rua Barão do Triunfo. Quarta-feira passada, Varandas deixou seu retiro na praia de Ponta de Campina e foi recolher-se para sempre no céu. Adeus, amigo! Em sua homenagem, selecionei algumas anedotas, pilhérias e lorotas entre as que mais nos divertiram na fase gaiata da coluna:

O casal foi ao médico porque o marido não se sentia bem. Depois de uma rápida avaliação, o doutor, com cara de preocupado, diz à esposa de seu paciente:
- Minha senhora, eu não estou gostando nem um pouco da aparência do seu marido.
E ela:
- Eu também não, doutor, mas ele é tão bom para as crianças...

* * *
O noivo foi buscar o resultado do exame pré-nupcial que ele e a noiva fizeram alguns dias antes. O médico lhe diz:
- Tenho boas e más notícias para lhe dar.
O rapaz empalidece. O médico prossegue:
- A má notícia é que a sua noiva está com doença venérea.
- Não pode ser! Que azar! E qual é a boa notícia?
- Ela não pegou de você

* * *
O garoto conversa com a mãe:
- Mãe, quando eu estava no ônibus com o papai, hoje de manhã, ele me disse pra eu levantar e deixar uma moça sentar no meu lugar. Mas eu não concordei.
- Ora, filho, papai estava certo. Por que você não concordou?
- Eu estava sentado no colo dele, mãe.

* * *
Jorge estava na praia e, de repente, viu um cartaz que dizia: “Esmeralda, a vidente. Consulta por R$ 50,00.” Ele se interessou e foi fazer uma consulta. Chegando lá, a vidente perguntou o seu nome. Ele respondeu:
- Jorge.
A vidente:
- Olha, Jorge, até os seus 30 anos, você vai ser muito pobre, nada vai possuir.
- E depois?
- Bem, depois você se acostuma...

** *
Mãe e filha conversando:
-Divirta-se na festa, minha filha. Mas porte-se bem, ouviu?
-Ora, mamãe, uma coisa ou outra...

SAIDEIRAS
- Por que a galinha não parava de olhar para a cabeça do homem?
- Porque o homem estava com um galo na cabeça.

* * *
- Por que o açougueiro foi preso na quarta-feira?
- Porque estava vendendo carne de segunda.

* * *
- Antigamente, se escrevia “farmácia” com “ph”. E hoje, como é que se escreve?
- “Hoje” se escreve com “h”.

* * *
- E quais são os meses mais curtos do ano?
- Os meses de férias, ora!

BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41