Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cultura > Concerto da OSUFPB enaltece a música brasileira e o legado de Ariano Suassuna

Notícias

Concerto da OSUFPB enaltece a música brasileira e o legado de Ariano Suassuna

por publicado: 28/07/2017 00h05 última modificação: 28/07/2017 01h35
Divulgação No concerto desta sexta (28), a OSUFPB será regida por Geraldo Rocha e Daniel Seixas

No concerto desta sexta (28), a OSUFPB será regida por Geraldo Rocha e Daniel Seixas


Guilherme Cabral

Cancioneiro Brasileiro é o título da apresentação especial - a terceira da Série Mestre Ariano, em homenagem ao dramaturgo, poeta e escritor paraibano Ariano Suassuna (1927 - 2014) - que a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba (OSUFPB) realiza nesta sexta (28), a partir das 20h30, com a participação de músicos convidados, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, instalada no Espaço Cultural José Lins do Rego, na cidade de João Pessoa. A entrada para o evento - que vai contar com as participações de seis cantores interpretando as obras e ocorre como resultado de parceria da instituição de Ensino Superior com a Funesc - é gratuita ao público. Na oportunidade, dois maestros vão dividir a regência do grupo: Geraldo Rocha e Daniel Seixas, estudante e funcionário da UFPB, que, a propósito, na ocasião, irá estrear nessa função. 

“É uma honra poder reger a OSUFPB, que é a melhor orquestra de cordas do Brasil, na atualidade”, confessou para o jornal A União o maestro convidado Geraldo Rocha. “São poucas as orquestras desse tipo que estão em atividade hoje, no país, até por causa da crise. Daí a importância da Universidade Federal da Paraíba preservar essa orquestra”, comentou ele, ao justificar sua opinião a respeito do grupo.

A apresentação que a OSUFPB realiza nesta sexta é a décima da temporada 2017, além de ser a terceira da Série Mestre Ariano, cujo objetivo é difundir o pensamento deste paraibano que dedicou sua vida a defender as culturas nordestina e brasileira. “As canções escolhidas para este concerto ilustram a variedade sonora da nossa música, inserida em paisagens poéticas que descrevem cenas típicas do nosso cotidiano”, observou, também, o professor Vianey Santos, que coordena o evento.

Nesse sentido, entre as obras do repertório se destacam os sons amazônicos sobre o Uirapuru, a serenata urbana apaixonada, a modinha imperial e queixosa, além dos sons nordestinos do aboio e do baião, a toada brejeira e o samba-exaltação. O público poderá ouvir, por exemplo, a voz da soprano ligeiro Giovanna Maropo executando uma variação melódica sobre a tradicional canção “Luar do Sertão”, de Catulo da Paixão Cearense e com composição de Francisco Mignone. Já Alline Fernandes, soprano lírico, cantará a modinha “Quem sabe?”, de Carlos Gomes. O barítono Marconi Brasiliano interpretará o lundu “Azulão”, de Hekel Tavares. O aboio “Eh Boi”, de Guerra-Peixe, será mostrado pela meio-soprano Sara Martins. O tenor Edvan Evangelista entoará os versos do poeta Gonçalves Dias na “Canção do Exílio”, composta por Osvaldo Lacerda. O concerto será finalizado pela soprano Rosário Leite, que exaltará as grandezas do Brasil no “Samba Clássico” do maestro Villa-Lobos.

Além das canções mencionadas, o programa - integrado por 14 obras - ainda inclui duas peças orquestrais: “Toada Baré”, de Arnaldo Rebello, e o “Prelúdio das Bachianas Brasileiras Nº 4”, de Villa-Lobos, ambas sob a regência do maestro Geraldo Rocha.

O coordenador do projeto, professor Vianey Santos, dedicou um ano na elaboração dos arranjos especialmente para o evento desta noite, num trabalho em parceria com o pianista Daniel Seixas. Todo esse esmero da dupla objetiva ampliar as oportunidades para a performance vocal, difundir a canção artística brasileira e proporcionar lazer de boa qualidade para a comunidade em geral.

BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41