Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cultura > Lívia Mattos estreia em disco com participação de Chico César

Notícias

Lívia Mattos estreia em disco com participação de Chico César

por publicado: 23/12/2017 23h05 última modificação: 23/12/2017 23h02
Tiago Lima Disco de estreia da artista traz desde as serestas aos bailes caribenhos, além de ritmos nordestinos

Disco de estreia da artista traz desde as serestas aos bailes caribenhos, além de ritmos nordestinos


Linaldo Guedes

Artista que acompanha o cantor Chico César em shows pelo Brasil e pelo exterior, a cantora Lívia Mattos lança agora o seu primeiro disco no mercado. E já chega referendada por grandes talentos. Produzido por Alê Siqueira, o álbum traz dez canções, gravadas entre as cidades de São Paulo e Salvador. Chico César, Loic Cordeone, Toninho Ferragutti e o pernambucano Zé Manoel estão entre os convidados da artista baiana.

Em seu disco de estreia, Lívia, que é sanfoneira, cantora e compositora, transita por diferentes influências. Das serestas aos bailes caribenhos, passando pelos ritmos nordestinos e com fortes marcas circenses, 'Vinha da Ida' (Natura Musical- 2017) reflete as andanças e os encontros musicais de Lívia.

O músico, educador e arranjador Letieres Leite diz que depois de anos de experimentação Brasil afora, Lívia Mattos inicia - de fato - a sua trajetória fonográfica com o pé direito. Com trajetória peculiar, Lívia Mattos vem construindo o seu caminho na música de forma sólida e diversa: como sanfoneira da banda de Chico César; circulando com seu trabalho autoral em festivais como 'Akorden Festival Wien', na Áustria, e 'Accordions Around The Wolrd', em Nova Iorque; como solista convidada da Orquestra Sinfônica da Bahia; como participante selecionada pelo programa OneBeat, nos EUA; com experiências de shows em grandes festas de rua, como Carnaval e São João; além da vasta experiência de criação da interface música/cena.

'’Vinha da Ida' é o retrato fonográfico do estradar dessa artista, que tem circulado como acordeonista, cantora e circense. Encontrou no produtor Alê Siqueira o parceiro ideal para produzir o disco, valorizando as construções advindas de seus trânsitos sonoros. É um disco de canção e de sonoridades, que coloca acordeom num lugar outro, de busca infinita, através de motes, riffs (progressão de acordes, intervalos ou notas) e cadências que inspiram a criação, a composição”, comenta Letieres.

O álbum é composto por dez canções autorais, sendo duas em parceria com o acordeonista franco-português Loïc Cordeone - que participa da faixa 'Vou lá' - e uma com o guitarrista Jurandir Santana - que fez a direção musical das faixas trabalhadas com músicos na Bahia. Participam também do disco artistas que fizeram parte da caminhada da sanfoneira: Chico César, com quem continua tocando; Toninho Ferragutti, amigo e mestre; e Zé Manoel, que foi sua aproximação mais forte recentemente, com o qual montou um show conjunto. “Toda gestualidade e espontaneidade desaguou num resultado original, que mostra a contemporaneidade da música brasileira, sem se sustentar em recursos eletrônicos. É o cancioneiro vivo, pulsante, híbrido, com identidade maturada nos anos de estrada, sem perder o frescor”, acrescenta.

Lívia Mattos começou a sua carreira artística no circo, onde despertou o interesse pelo acordeom como recurso cênico. A partir de então incursionou no meio musical, em bandas e espetáculos, dando início, em 2008, ao seu trabalho solo. Estreou em palcos soteropolitanos, seguindo por shows em São Paulo, através de diversos projetos e espaços, como o Prata da Casa, no Sesc Pompéia; Catarse; Casa de Francisca; Virada Cultural de São Paulo; Projeto Viva Vila, dentre outros. Em 2011, aprovou o projeto de circulação pelo Edital Vivaldo Ladislau (Funceb), realizando seu show por cidades do interior da Bahia. Apresentou-se também em projetos como Natal Remix (BA), Festival Lado BA (BA) e Zona Mundi (BA), Festival Estação Catraca Livre (SP), Prêmio Brasil Criativo (SP), Festival Latitudes latinas(BA), Mostra Sesc (BA) etc.

Nos últimos três anos realizou turnês europeias, apresentando-se pela França, Alemanha, Rússia, Estônia, Irlanda, Reino Unido, Grécia, Bélgica, Espanha, Áustria e Dinamarca. Concomitante ao seu trabalho, acompanha o cantor e compositor Chico César em shows pelo país, como também pela Europa e América Latina, participando de projetos como Conexão Latina (SP), Grand Mix du Brésil (FR), AnjosTortos (DF/RJ), Conexão Vivo (MG/BA), dentre outros. No presente ano apresentou-se em dois importantes festivais de acordeom pelo mundo: 'Accordions Around the World', em Nova Iorque, e no 'Akkorden Festival Wien', em Viena.

Av. Chesf - Distrito Industrial, 451. João Pessoa - PB. CEP 58082-010
CNPJ 09.366.790/0001-06