Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cultura > Morre humorista paraibano Shaolin

Notícias

Morre humorista paraibano Shaolin

por publicado: 15/01/2016 03h00 última modificação: 14/01/2016 20h04
Divulgação Shaolin fez grande sucesso no teatro e na televisão

Shaolin fez grande sucesso no teatro e na televisão

Lucas Silva - Especial para A União

Ele tinha uma alegria de viver, que é o principal de tudo. Lutou até onde pôde e jamais desistiu. E foi isso que o fez chegar até onde chegou, através de sua energia positiva”, comentou com pesar o empresário e cunhado, Ricardo Santos, sobre a morte do humorista Francisco Jozenilton Veloso, mais conhecido como Shaolin, falecido nas primeiras horas de ontem, em Campina Grande, de parada cardiorrespiratória. Cartunista, chargista, caricaturista, humorista e ator de televisão brasileiro, Shaolin iniciou sua carreira no Teatro Municipal Severino Cabral em Campina Grande. 

Logo após trilhou uma nova jornada pelo universo cartunista no jornal A Palavra e na revista Nordeste. Depois foi parar na rádio Campina Grande com sua talentosa voz e com passar do tempo passou a fazer grandes participações em programas de rede como Domingão do Faustão, A Praça É Nossa, Show do Tom entre outros.

Seu último trabalho foi no programa Tudo é Possível com Ana Hickmann, parodiando famosos, como Leonardo, Joelma da Banda Calypso, Zezé di Camargo entre outros. Nascido em 8 de maio de 1971, o humorista casou-se em dezembro de 1994 com Laudiceia Veloso, com quem teve dois filhos. Na próxima segunda-feira (18), completam-se cinco anos do acidente na BR-230 que o afastou dos palcos e da televisão.

Comovidos, comediantes paraibanos comentaram nas redes sociais a perda do amigo. “Foi-se o nosso amigo-irmão. Um verdadeiro sujeito do bem, cheio de vida e risos. Pessoa de valor ilibado”, comentou o humorista paraibano Cristovam Tadeu. Já Marcello Piancó, também humorista, lamentou o falecimento do amigo com a seguinte declaração “Meu amigo gênio até um dia. Amigo você não morreu, apenas está fazendo uma imitação perfeita de anjo”, Marcello Piancó.

No acidente, o humorista perdeu os movimentos e a fala. Na época, o comediante era contratado da TV Record. O comediante morreu aos 44 anos na madrugada após uma parada cardiorrespiratória, em uma clínica particular da cidade de Campina Grande. Shaolin recebia cuidados médicos em casa desde 2011, após sofrer um acidente. O sepultamento foi realizado no cemitério Campo Parque da Paz, em Campina Grande, no final da tarde de ontem.

O humorista Cristovam Tadeu disse ainda em sua rede social que, certa vez havia perdido o segundo festival de piadas no Show do Tom Cavalcante e cheguei pra produção e disse: se for pra competir não me chame não. Quero mostrar meu trabalho. Vim embora pra João Pessoa e um mês depois a produção do Tom me chama pra participar do programa. É competição? Não. Era uma participação sem jurados. Fiz o Caetano com o Tom fazendo Ana Maria Brega. Ele gostou e fiquei trabalhando com ele por uns 2 anos. Mas sabe quem me indicou pra ir pra Record?

Ele mesmo, Shaolin. “Que tudo de bom que sua alma generosa fez na terra seja multiplicada agora ao lado do Senhor. Ninguém morre. Apenas vai esperar pelos vivos que estão aqui na terra”, completou Cristovam.

Um ano antes do seu acidente, juntamente com amigos e colaboradores, o humorista idealizou um projeto social intitulado ‘LIA’ cujo nome significa ‘Lealdade, Igualdade e Amor’. O projeto tinha um único e específico objetivo que era ajudar pessoas carentes da cidade de Campina Grande com a distribuição de sopa gratuitamente. No total eram feitos 150 litros de sopa e distribuídos entre as pessoas.

Na época o irmão de Shaolim, Valdo Veloso, disse em entrevista que, o melhor tempero para a realização de tudo isso era a alma, a disponibilidade que as pessoas tinham em se voluntariar, o carinho e o amor delas”. Mesmo após o acidente, a família de Shaolin continua com o projeto.

Em nota, o Governo do Estado da Paraíba publicou que lamenta a perda inestimável de Shaolin, ao mesmo tempo em que se solidariza com amigos e familiares. Convicto de que suas histórias estarão sempre preservadas em nossa memória a nota publicada hoje ressalta ainda que o humorista teve uma trajetória brilhante interrompida por um trágico acidente e que deixa uma lacuna no mundo da comédia e nos corações dos paraibanos e paraibanas que tanto o amavam. As prefeituras de João Pessoa e de Campina Grande também divulgaram nota de pesar lamentando a morte do humorista.

registrado em: , ,

Av. Chesf - Distrito Industrial, 451. João Pessoa - PB. CEP 58082-010
CNPJ 09.366.790/0001-06