Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cultura > OSPB apresenta concerto sob regência de maestrina convidada

Notícias

OSPB apresenta concerto sob regência de maestrina convidada

por publicado: 18/08/2016 00h05 última modificação: 18/08/2016 08h40
Divulgação Premiada internacionalmente, Ligia Amadio é uma das mais destacadas regentes brasileiras da atualidade

Premiada internacionalmente, Ligia Amadio é uma das mais destacadas regentes brasileiras da atualidade


Guilherme Cabral

"Estou felicíssima por voltar a João Pessoa para reger a excelente Orquestra Sinfônica da Paraíba e rever tantos amigos que, gratamente, conheci em minha estada nesta cidade, no ano passado”, disse a maestrina paulista Ligia Amadio, referindo-se à apresentação que acontece hoje, a partir das 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, instalada no Espaço Cultural, no bairro de Tambauzinho. O programa do evento - que está inserido no Projeto Mulheres Regentes - inclui músicas de Carlos Gomes, Carl Reinecke e Johannes Brahms e o flautista paraibano Vitor Diniz será o solista. Os ingressos custam R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia).

A Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB) esteve em março de 2015 sob as batutas por Ligia Amadio, que idealizou o Projeto Mulheres Regentes com as maestrinas brasileiras Cláudia Feres, Erica Hindrikson, Ligia Amadio e Vânia Pajares, com o objetivo de discutir o papel da mulher no mercado da música de concerto, buscando identificar os principais problemas enfrentados e apontar caminhos e soluções para melhores condições de trabalho a estas profissionais. “Estou muito agradecida ao maestro Durier por mais esse convite e ansiosa por me reencontrar com os queridos músicos da orquestra para, juntos, realizarmos um programa musical belíssimo: a abertura da ópera Fosca, do grande compositor brasileiro Antonio Carlos Gomes, o romântico concerto para flauta e orquestra de Carl Reinecke, tendo como solista o jovem e talentoso Vitor Diniz, e uma das mais maravilhosas e grandiosas sinfonias de todos os tempos, a primeira sinfonia de Johannes Brahms. Será um privilégio reencontrar-me com o caloroso público paraibano”, acrescentou ela.

Quinto concerto oficial da OSPB, a apresentação de hoje será iniciada com a execução da ‘Abertura da Ópera Fosca’, do compositor brasileiro Carlos Gomes. Em seguida, o público ouvirá o ‘Concerto para Flauta e Orquestra, Op. 238’, de Carl Reinecke, cujo solista será o paraibano Vitor Diniz, que nasceu em 1984, em João Pessoa, e iniciou aos 12 anos seus estudos na flauta transversa com os professores Luceni Caetano e Gustavo Paco de Géa. E, além de músico, ele é pedagogo e, desde 2015, leciona na Stuttarter Musikschule, na Alemanha, tendo alunos premiados em diversos concursos. Depois do intervalo, os músicos tocarão a ‘Sinfonia nº 1 em Dó Menor, Op. 68’, de Johannes Brahms.

Sobre a maestrina

Ligia Amadio é uma das mais destacadas regentes brasileiras da atualidade. Ela notabilizou-se, em âmbito internacional, por sua reconhecida exigência artística, seu carisma e suas vibrantes performances. Sua atuação estende-se por: Alemanha, Argentina, Áustria, Bolívia, Chile, Colômbia, Croácia, Cuba, Eslovênia, Estados Unidos, França, Islândia, Israel, Itália, Japão, Holanda, Hungria, México, Peru, Portugal, República Tcheca, Rússia, Sérvia, Tailândia e Venezuela. 

Premiada no célebre Concurso Internacional de Tóquio (1997) e no II Concurso Latino-Americano para Regentes de Orquestra em Santiago do Chile (1998), em 2001 recebeu o prêmio “Melhor Regente do Ano” no Brasil, outorgado pela Associação Paulista de Críticos de Arte. Ela atuou como regente titular e diretora artística da Orquestra Sinfônica Nacional entre 1996 e 2009. Entre 2000 e 2003, ocupou a função de regente titular da Orquestra Sinfônica da Universidade Nacional de Cuyo, em Mendoza, Argentina. Em 2003, recebeu os prêmios Lira à Excelência e Raízes, devido a seu trabalho à frente dessa orquestra. Em 2014, a maestrina trabalhou comandando a Orquestra Filarmônica de Bogotá, realizando uma temporada completa dedicada à Música do Século XX. Regeu um total de 42 concertos aclamados pelo público e pela crítica especializada, devotados à música contemporânea. A discografia da regente reúne 11 CDs e cinco DVDs: à frente da Sinfônica Nacional, da Sinfônica da Rádio e Televisão Eslovenas e da Sinfônica de Mendoza, na Argentina. Dentre os trabalhos destaca-se a realização da coleção Música Brasileira no Tempo.

Av. Chesf - Distrito Industrial, 451. João Pessoa - PB. CEP 58082-010
CNPJ 09.366.790/0001-06