Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Esportes > Nacional negocia permanência de Marcos Nascimento para 2018

Notícias

Nacional negocia permanência de Marcos Nascimento para 2018

por publicado: 10/10/2017 00h05 última modificação: 10/10/2017 08h14
Divulgação/FPF Integrantes do Nacional de Patos durante a comemoração da conquista do Campeonato Paraibano da Segunda Divisão no Estádio Silvio Porto

Integrantes do Nacional de Patos durante a comemoração da conquista do Campeonato Paraibano da Segunda Divisão no Estádio Silvio Porto


Ivo Marques

Nacional de Patos, campeão da Segunda Divisão do Campeonato Paraibano 2017 , e Desportiva, vice, já deram início ao planejamento para a participação na elite do futebol estadual no próximo ano. Ambos os clubes já estão conversando com os jogadores para manter a base que disputou a competição, terminada no último domingo, e reforçar o elenco para enfrentar os grandes clubes da Paraíba em 2018.

A última partida da decisão do título da Segundona foi realizada domingo, no Estádio Sílvio Porto, em Guarabira, e terminou com a vitória da Desportiva local por 2 a 0. Como na primeira partida, o Nacional tinha vencido em Patos pelo mesmo placar, a decisão foi para os pênaltis. Aí o clube sertanejo mostrou maior competência e sorte, e venceu por 4 a 2, conquistando o título de forma merecida. No final, os dois clube comemoraram o grande objetivo, que já tinha sido alcançado, que era o retorno para a Primeira Divisão.

Nacional

No Nacional, o clima ontem ainda era de comemoração pela conquista do título. Mas, o diretor de futebol, José Ivan, já começou a pensar no futuro do Canário do Sertão, que não quer mais voltar a participar da Segunda Divisão. “Nós já começamos as primeira conversas para manter a comissão técnica. Estamos muito satisfeitos com o trabalho realizado pelo técnico Marcos Nascimento, e queremos dar continuidade. Não tem nada certo ainda, mas já iniciamos as primeiras conversas, para se chegar a um acordo”, disse o dirigente.

José Ivan informou que a intenção do clube é além de manter a comissão técnica atual, segurar também o maior número de atletas possíveis, para manter uma base do time campeão.” Sabemos que não podemos manter todos, porque tem muitos atletas nossos sendo assediados por outros clubes, depois da boa campanha na Segundona. Outros, não nos interessa mais para 2018. Porém, queremos manter uns 60 por cento do elenco. A partir daí, vamos atrás dos reforços para completar o elenco, e nosso pensamento é fazer uma pré-temporada de 30 dias”, afirmou.

Sobre a fórmula de disputa do Paraibano 2018, José Ivan se mostrou bastante irritado com a sugestão da CBF, de fazer um campeonato com apenas 13 datas. “Quase todas as federações não vão obedecer esta sugestão. A CBF quer é acabar com os campeonatos estaduais. Ninguém vai fazer um alto investimento alto para jogar apenas 13 jogos. É totalmente inviável. Nós temos que valorizar nosso campeonato, com uma competição de 18 ou 22 datas, com pontos corridos. É o mais justo. Os 9 clubes querem isso, exceto o Botafogo, que não se preocupa com o Campeonato Paraibano, mas os outros clubes valorizam o certame estadual”, disse o dirigente, concluindo, ao afirmar, que por ele, a competição começaria bem antes do dia 17 de janeiro.

Av. Chesf - Distrito Industrial, 451. João Pessoa - PB. CEP 58082-010
CNPJ 09.366.790/0001-06