Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Paraíba > Aesa tem previsão de chuvas e Defesa Civil está em alerta

Notícias

Aesa tem previsão de chuvas e Defesa Civil está em alerta

por publicado: 15/02/2018 19h05 última modificação: 15/02/2018 20h00
Evandro Pereira Orientação da Defesa Civil para a população é que as pessoas evitem sair de casa durante chuvas fortes

Orientação da Defesa Civil para a população é que as pessoas evitem sair de casa durante chuvas fortes


José Alves

A meteorologista da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) Carmem Becker e Ednaldo Araújo do Instituto Nacional de Meteorologia - Inmet - Recife, informaram nesta quinta-feira (15) que para este final de semana estão previstas chuvas isoladas, podendo ser acompanhadas de descargas elétricas e rajadas de vento, de até 50 mm por dia, principalmente na faixa litorânea. As previsões também são de chuvas fortes até domingo (18) no Agreste, Brejo e Sertão.

Mesmo com as previsões de fortes chuvas no estado, o presidente da Agência Executiva de Águas do Estado da Paraíba (Aesa), João Fernandes, informou que a situação dos mananciais da Paraíba ainda é precária. "A situação dos nossos açudes é de 10% da capacidade armazenada, mas estamos confiantes porque estamos vivendo o início do inverno no Sertão e Cariri, com previsões de excelentes chuvas. Nossa expectativa é que chova bastante até o início de maio, para melhorar o nível dos mananciais da Paraíba".

Defesa Civil

A Defesa Civil está em alerta monitorando diversas áreas do estado com o auxílio de imagens via satélite. As orientações para a população é que as pessoas evitem sair de casa durante chuvas fortes e não ficarem expostas, ou embaixo de árvores diante de registro de raios. Na capital, tomando como base as informações de fortes chuvas para este final de semana, o coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, Noé Estrela, informou que juntamente com a Emlur continua realizado um trabalho de limpeza nas áreas ribeirinhas. Ele disse também que vem desenvolvendo um trabalho de alerta às famílias que residem nas 27 áreas de risco existentes na capital.

"Nessas áreas estamos realizando um trabalho constante de limpeza nas calhas dos rios nas comunidades ribeirinhas, a exemplo de Beira da Linha (Alto do Mateus), São José, Tito Silva, Padre Hildo Bandeira e São Rafael, além das demais comunidades que necessitam do trabalho da Defesa Civil", disse Noé, lembrando que João Pessoa tinha 35 áreas de risco e que atualmente são 27. "Nessas comunidades, os rios são poluídos de todas as formas. É comum a gente encontrar nos rios colchões e sofás, por pura falta de educação das pessoas que jogam tudo que não querem mais nos rios".

De acordo com Noé Estrela, o trabalho preventivo, através do Plano de Ações Preventivas e de Preparação Antidesastres é de extrema relevância, tendo em vista o indicativo de chuvas para este final de semana. “Um trabalho de monitoramento está sendo feito diariamente, com as equipes indo até as áreas de risco eminente, como barreiras, encostas e rios, verificando in loco as condições”, destacou.

Ele, inclusive, faz um alerta às comunidades residentes nesses locais. “Ao menor sinal de deslizamento ou desmoronamento de barreiras ou casas, e de alagamento de grande escala de rios, a população deve acionar a Defesa Civil, ligando para o número gratuito 0800-285-9020”, completou.

Serviço 24 horas

Qualquer ocorrência em decorrência de chuvas ou da situação precária de moradias pode ser informada à Coordenadoria de Defesa Civil, por meio da Linha Direta 0800 285 9020, que funciona em regime de plantão durante 24 horas.

BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41