Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Paraíba > Doação de órgãos é tema de evento científico das residências do Hospital Arlinda Marques

Notícias

Doação de órgãos é tema de evento científico das residências do Hospital Arlinda Marques


O Complexo de Pediatria Arlinda Marques (CPAM) realiza, nesta quinta (28) e sexta-feira (29), a sexta edição do Encontro Científico Integrado das Residências do CPAM, que teve como tema a doação de órgãos e tecidos. O evento reúne profissionais de saúde, estudantes, internos e residentes para troca de conhecimentos e socialização dos diversos saberes do sistema assistencial para crianças.

A Residência Médica em Pediatria (Remep) e a Residência Multiprofissional em Saúde da Criança (Remusc) existem desde 2014. De acordo com a coordenadora da Remep e uma das organizadoras do evento, Eugênia Montenegro, os dois programas caminham juntos com uma atuação integrada tanto na assistência quanto na docência e com reuniões científicas mensais para discutir casos clínicos. A médica explica que anualmente, no mês de novembro, há esse encontro como uma forma de consolidação de todo o trabalho realizado pelas residências durante o ano.

Em toda edição do encontro científico um tema diferente é abordado. Em 2019, a temática escolhida foi a doação de órgãos e tecidos. Segundo Eugênia Montenegro, a decisão do assunto foi feita para enaltecer o transplante, já que está em evidência na Paraíba. “A gente conseguiu trazer pra cá doenças da criança que indicam o transplante de órgãos. Já na abertura do evento, o diretor da Central de Transplantes trouxe um panorama atual do estado, que vem despontando em números e estatísticas em todo o país. Passou muito tempo adormecido e agora a gente está em evidência”, destaca.

O secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, esteve presente ao evento e destacou o papel da SES na formação das capacidades humanas para cuidados em saúde na Paraíba. Ele pontua que ter um enfoque no cuidado à criança, especialmente na parte do cuidado que diz respeito à média e alta complexidade, é uma atividade crucial e, por isso, o Hospital Arlinda Marques tem um papel singular.

“Ou nós vamos formar essas capacidades humanas para fazer um cuidado integral para o povo paraibano, ou vamos ter essa lacuna e nós vamos ficar com essa dívida. Então a forma de poder pagar essa dívida é preparar gerações futuras de médicos pediatras e especialistas nos cuidados das crianças. Então essa atividade é fundamental porque é um marco para a gente poder colocar esse povo em ação”, completa.

O VI Encontro Científico Integrado das Residências do CPAM está acontecendo no auditório do Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (Cefor). A programação do primeiro dia de evento foi composta por palestras e mesas redondas, todas seguindo a temática de transplantes e doação de órgãos, como A Bioética na Assistência ao Potencial Doador e a Comunicação de Notícias Difíceis, que teve uma abordagem multiprofissional na perspectiva do cuidado humanizado. O segundo dia do encontro vai ser dedicado para a realização de oficinas. Ao final, serão publicados nos anais do evento os 25 artigos científicos apresentados na ocasião.

 

BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41