Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Paraíba > Estado regulariza 700 unidades habitacionais em Rio Tinto

Notícias

Estado regulariza 700 unidades habitacionais em Rio Tinto

Famílias de ex-operários passam a ser donos dos imóveis em que moram

por publicado: 25/03/2022 08h28 última modificação: 25/03/2022 08h28
Foto: Roberto Guedes

Foto: Roberto Guedes

por José Alves*

“O sonho de várias gerações do município de Rio Tinto se tornou uma realidade”. A afirmação foi do governador João Azevêdo, ao assinar na noite de ontem o decreto que regularizou a desapropriação de 700 unidades habitacionais. Com a ação, as famílias de ex-operários da Indústria Têxtil da região que pagavam aluguel pelas moradias, passam a ser donos dos imóveis que há um século pertenciam à fábrica. Para desprivatizar as casas e entregá-las às famílias daquele município, o Governo do Estado investiu R$ 23,5 milhões (recursos próprios). A iniciativa também beneficia o desenvolvimento social e econômico da região.

Na ocasião, o gestor também assinou o termo de compromisso para regularização fundiária dos demais imóveis que se enquadram no mesmo perfil do decreto assinado ontem.

No momento da assinatura, que aconteceu no Sesi Parque Mata, na Praça da Vitória, o governador disse, “vocês não tem ideia do tamanho da minha alegria ao ver o sorriso estampado nos rostos de cada um de vocês. Eu também estou muito feliz porque estou honrando compromissos. Estamos aqui fazendo história, resolvendo a libertação de uma cidade. Vocês vão sair daqui dizendo hoje vou voltar para minha casa. Entregar uma estrada é muito bom, mas entregar uma casa, tem um sabor diferente”, afirmou ele ao realizar o sonho de 700 famílias.

A questão é que as casas haviam sido construídas em terrenos privados da fábrica e os moradores ainda pagavam aluguel. Por este motivo, eles, mesmo morando em suas casas, não tinham nenhum direito sobre as moradias porque não possuíam a posse do terreno. Agora todos podem comemorar em paz.

“Quando assumi o governo da Paraíba vi que esse problema já era bastante conhecido, mas sem solução. Em um trabalho que contou com a participação de todas as secretarias do estado e do Ministério Público Federal, o Governo do Estado celebra este momento. Agora os lotes serão registrados com escritura em nome dos verdadeiros donos e merecedores, que são as famílias de Rio Tinto”, comemorou.

Azevêdo disse ainda que essa ação trará dignidade para todas as famílias que moram naquela região da cidade. “Esse será um momento único para Rio Tinto e um momento extremamente importante para o Governo do Estado, que através de todas as suas secretarias lutou, trabalhou e conseguiu atingir esse objetivo”, exaltou.

Foi com muita alegria que os moradores de Rio Tinto receberem o título de posse de suas casas, quando o governador assinou o decreto de desapropriação para desprivatização de uma das regiões da cidade. O evento aconteceu no ginásio do Sesi Parque Mata, situado na Praça da Vitória. A dona de casa Maclínia Maurílio, moradora da Rua da Mangueira, número 13, disse “eu não tenho palavras para descrever este momento. Estou muito agradecida ao governador João Azevêdo e a prefeita da cidade Magna Gerbasi que nos ajudou fazendo parceria com o governador. Nós éramos escravos da Indústria Têxtil de Rio Tinto. Eu pagava aluguel de R$ 75,00 há 60 anos. Um absurdo que agora foi encerrado pelo governador Azevêdo” agradeceu ela emocionada.

*Matéria publicada originalmente na edição impressa de 25 de março de 2022

Av. Chesf - Distrito Industrial, 451. João Pessoa - PB. CEP 58082-010
CNPJ 09.366.790/0001-06