Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Políticas > Bancada federal da PB solicitará melhorias no Porto de Cabedelo

Notícias

Bancada federal da PB solicitará melhorias no Porto de Cabedelo

por publicado: 11/04/2017 00h05 última modificação: 11/04/2017 07h53
Evandro Pereira A bancada federal paraibana participou ontem de encontro com os representantes do Comitê em Defesa do Porto de Cabedelo

A bancada federal paraibana participou ontem de encontro com os representantes do Comitê em Defesa do Porto de Cabedelo


José Alves

No sentido de angariar recursos no valor de R$ 50 milhões para conclusão da obra do calado do Porto de Cabedelo, a bancada federal da Paraíba estará se reunido em audiência, no próximo mês, com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa. O encontro com o ministro foi defendido ontem pelo deputado Damião Feliciano (PDT), durante reunião da bancada federal paraibana com os representantes do Comitê em Defesa do Porto de Cabedelo. O objetivo é fazer com que o porto ganhe em 2018 novo calado, triplicando sua movimentação.

Segundo o deputado federal, Efraim Morais Filho (DEM), desde 2012 se espera uma resposta do governo federal, para poder viabilizar economicamente e em termos de competitividade o Porto de Cabedelo, que não consegue atender a capacidade dos grandes navios. "Nosso porto precisa se adaptar e temos que resgatar essa dívida histórica que o Brasil tem com o Porto de Cabedelo e com a Paraíba. Para isso precisamos nos unir porque o porto não é só de Cabedelo, mas sim de toda a Paraíba".

Ainda segundo o deputado Efraim Filho, os prejuízos sem essa obra são incontáveis, a exemplo da geração de emprego e renda e oportunidades que deixam de existir para os paraibanos, porque navios que estão atualizados não conseguem atracar. 

Comitê

De acordo com o presidente do Comitê em Defesa do Porto de Cabedelo, que foi fundado há dez anos por empresários e trabalhadores portuários, Márcio Madruga, é provável que agora a obra seja concluída porque nossa bancada federal está unida. "Acho que agora nosso porto terá 11 metros de lâmina d'água, o que representa 15 mil toneladas a mais de carga em um único navio".

Ele explicou ainda, que o Porto de Cabedelo não pode continuar com o mesmo calado, porque as embarcações de hoje não são iguais as de 35 anos atrás. "Temos que seguir o desenvolvimento de Pernambuco e Ceará que foram aquinhoados com grandes obras, e aqui nosso porto necessita de uma verba que é insignificante para o governo federal, para aumentar mais dois metros de lâmina d'água.

Para a presidente da Companhia Docas-PB, Gilmara Temóteo, essa é uma obra fundamental porque "vamos triplicar a capacidade do porto de receber navios com mais tonelagens que vão baratear custos de fretes marítimos".

"O mais interessante nessa reunião é que a gente percebe uma unidade em nossa bancada federal que prometeu empenho e apoio total a comunidade portuária para que a obra seja realizada", disse Gilmara, prevendo que a obra deverá ser licitada e concluída em 2018.

O encontro em defesa do Porto de Cabedelo, que aconteceu na manhã de ontem, na sede da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep), teve a participação do presidente da Fiep, Francisco Buega Gadelha - fundador do comitê -, da presidente da Companhia Docas-PB, Gilmara Temóteo, e de parlamentares federais e estaduais, além de alguns vereadores. Os políticos da bancada federal paraibana prometeram empenho na questão pelo desenvolvimento do Estado.

BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41