Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Políticas > Governo discute cenário das arboviroses com os 223 municípios paraibanos

Notícias

Governo discute cenário das arboviroses com os 223 municípios paraibanos

por publicado: 31/01/2020 10h44 última modificação: 31/01/2020 10h44

 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou, nesta quinta-feira (30) pela manhã, o primeiro de uma série de encontros com os municípios para discutir as estratégias e ações para controle das arboviroses em 2020 e analisar o cenário em 2019. Participaram desse encontro os servidores da 1ª Regional de Saúde, em João Pessoa, no auditório do Cefor-PB. Os encontros acontecerão até o próximo dia 14, contemplando todos os 223 municípios paraibanos.

“O momento é de dialogar. Precisamos, dentro de nossos espaços, trabalhar o que a Vigilância em Saúde tem hoje e alinhar com os municípios. Somos “soldadinhos” para um território imenso, por isso, temos que fortalecer os elos já que não estamos falando de “receita de bolo”. Vigilância é algo bem dinâmico”, disse a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares.

Ela apresentou os dados sobre diversas doenças, entre elas a poliomielite, que, apesar de não existir mais no Brasil, ainda tem que ser vigiada com a vacinação. A doença ainda existe fora do país. Também informou que no ano passado, houve 127 casos notificados de meningite e nove óbitos; de sarampo, foram confirmados 52 casos.

“A doença é prioridade. Qualquer ação estratégica que o município queira fazer, em relação a estas doenças, o estado oferecerá apoio”, lembrou Talita. 

Ainda foram citadas as doenças Leischmaniose, com 148 notificações, em 2019; coqueluche que houve três casos, sendo um em Bayeux, um em Santa Rita e um em Campina Grande; e ainda falou do fluxo assistencial para casos suspeitos de coronavirus. 

Arboviroses - Durante o encontro, foi lançado o segundo boletim epidemiológico de janeiro de 2020. Foram registrados 111 casos prováveis de dengue; 10 de chikungunya e nenhum de zika. Fazendo um comparativo com o mesmo período do ano passado, houve uma redução de 12%, 52%, 45%, respectivamente, para dengue e chikungunya e nenhum caso de zika. 

“Com esta reunião, queremos chamar atenção dos municípios para o problema da dengue que, em dois anos consecutivos (2018/2019), houve aumento e, para 2020, o Ministério da Saúde diz que todos os estados do Nordeste terão surto de dengue mais o Rio de Janeiro e Espírito Santo”, afirmou a chefe do Núcleo de Doenças Transmissíveis Agudas da SES, Fernanda Vieira. 

As próximas reuniões técnicas ocorrerão na sexta-feira (31), às 8h30, no Cefor-PB, com municípios da 2ª e 12ª Regiões; no dia 04, em Patos, com municípios da 6ª, 7ª e 11ª Regiões; no dia 06, em Campina Grande, com municípios da 3ª Região; dia 07, em Campina Grande, com municípios da 4ª e 5ª Regiões; dia 13, em Sousa, com municípios da 10ª e 8ª Regiões e no dia 14, de fevereiro, em Cajazeiras, com municípios da 9ª Região.

Av. Chesf - Distrito Industrial, 451. João Pessoa - PB. CEP 58082-010
CNPJ 09.366.790/0001-06