Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Colunistas > Gi com Tônica (por Gi Ismael) > #102 Respeita essa "paraibada"

Notícias

#102 Respeita essa "paraibada"

por publicado: 04/08/2021 08h00 última modificação: 04/08/2021 09h30
João Lira/Divulgação Músicos da banda Quadrilha vão lançar projetos solos para o segundo semestre de 2021

Músicos da banda Quadrilha vão lançar projetos solos para o segundo semestre de 2021


As artes foram uma luz no fim do túnel para quem sentiu necessidade de relaxamento, foco, missão ou distração nessa pandemia. Filmes, séries, jogos e livros consumidos aos montes; novos hobbies criados e instrumentos estudados. Entre músicos, projetos e composições começaram a sair do papel. Percebi recentemente como estava sendo comum ouvir de amigos ou colegas frases como “fulaninho está gravando um disco” ou “vou estrear minha carreira solo”. Olhei o calendário e me deparei com o 5 de agosto chegando amanhã. Eu não resisto a uma lista e essa foi a oportunidade perfeita de encher vocês de dicas de álbuns paraibanos que serão lançados em breve. Vamos começar, então, pela categoria “primeiro disco solo”. 

Sabe a Quadrilha, banda encabeçada por Elon, Guga Limeira, Pedro Índio e Amorim? Se não conhece, pare tudo e vá ouvir neste instante, porque não me canso de elogiar o trabalho do quarteto. Muito que bem: sem poda, a Quadrilha criou galhos e se multiplicou. Depois do lançamento do single ‘Quentin’, Elon está nos finalmentes do álbum “Tateia”, um trabalho que traz suas composições e inquietações durante o período pandêmico. Guga Limeira, por sua vez, apostou em um dos formatos clássicos de banda para seu debut solo, com canções acompanhadas de piano e outras cordas. Gravado no estúdio Peixe-Boi, o álbum homônimo já está sendo mixado. Ativando o momento "Polishop" para avisar: e não é só isso! Pedro Índio, o garoto da voz de ouro, também tem feito do estúdio morada e aproveita os novos ares de agosto para gravar os vocais enquanto a banda termina a parte instrumental. Por fim, Amorim lança no dia 13 o single ‘Vai que’ e contou que, sim, deve sair um EP futuramente, mas nada ainda foi iniciado. 

E eu já vou derrubando essa superstição da sexta-feira 13, porque no mesmo dia Yuri Gonzaga, de Os Gonzagas, lança o single ‘Respeita Minha Barba’, a primeira faixa do álbum visual “Amador”. Ainda falando da nossa categoria “primeiro disco solo”, nesse meio tempo, Seu Pereira, o cantor e compositor, lança agora em agosto o esperado “Módulo Lunar”. Além de releituras de músicas do grupo, composições inéditas sob regência de Chico Limeira vão ser apresentadas no disco, que teve pré-venda encerrada neste último domingo (31). Agora é só contagem regressiva. 

Enquanto a flautista e beatmaker Mari Santana grava seu trabalho de estreia, Filosofino finaliza o EP que segue a faixa ‘Sim Diga Algo’, lançada em junho deste ano. Ah, e existem dúvidas que o primeiro álbum de Yanca Medeiros virá recheado de hits e músicas para cantar de cabo a rabo? 

Nesse momento já perdi as contas, mas ainda tem gente para a lista e nem só de projetos solo vive o artista contemporâneo. Forró raíz ou eletrônico, trip-hop, música latina, rock’n’roll? Temos. O quarteto Os Fulano, o experimental Caixa de Marimbondo, o power-trio Gatunas, a big band Macumbia e a multimidiática Rieg estão todas com lançamentos de discos marcados para este segundo semestre de 2021. Vale lembrar que Seu Pereira e Coletivo 401 deve lançar nas próximas semanas um novo single que vem para fechar um EP de músicas inéditas. 

Bem, circula por aí que Totonho, Escurinho e Vieira também estão em estúdio. Não confirmo mas não duvido, inclusive quero. Acho que toda essa avalanche musical vem em forma de presente nesta véspera de aniversário da cidade. Quer coisa melhor do que receber essa paraibada no meio dos peito

*Coluna publicada originalmente na edição impressa de 04 de agosto de 2021.

BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41