Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Paraíba > Igreja Católica celebra São João

Notícias

Igreja Católica celebra São João

Quatro paróquias ligadas à Arquidiocese da Paraíba homenageiam o santo; serão realizadas missas e procissões

por publicado: 23/06/2022 08h43 última modificação: 23/06/2022 08h43
Foto: Paróquia São João Batista

Foto: Paróquia São João Batista

por Juliana Cavalcanti*

Hoje é véspera de São João, o santo junino mais festejado no Nordeste brasileiro. De acordo com a Arquidiocese da Paraíba, os festejos em homenagem a São João Batista vêm acontecendo em algumas paróquias. Em todo o Litoral paraibano e Zona da Mata existem quatro paróquias dedicadas ao santo: uma em João Pessoa, uma no bairro Costa e Silva, e outras em Itapororoca, na Praia de Jacumã, no Conde, e em Bayeux.

Em João Pessoa, a Paróquia São João Batista realiza seus festejos até hoje, véspera de São João. Amanhã, às 19h, acontece a santa missa, seguida de carreata levando a imagem de São João pelas principais ruas da região.

Já a Paróquia São João Batista de Bayeux realiza atualmente o novenário, com celebração todas as noites. Amanhã, dia do nascimento de São João, haverá Missa com o arcebispo Dom Manoel Delson e procissão. Em Itapororoca e Jacumã, no Conde, por sua vez também ocorrem novenário hoje e missa e procissão amanhã.

De acordo com o padre Moisés Coelho, São João Batista foi um grande profeta e a Igreja Católica reconhece a sua importância porque ele anuncia a chegada do Messias (Jesus Cristo). “De todos os profetas que existiram, ele foi o único que anunciou a vinda do Messias e, além de anunciar, chegou a ver Jesus. Quando ele vê Jesus, diz: ‘Vem aquele que é maior do que eu. Eu anuncio a luz, mas a luz é maior do que eu’”, esclareceu.

Segundo o religioso, a Igreja Católica festeja o nascimento deste santo porque tudo está em torno de Jesus Cristo e João Batista, humildemente, reconhece que é pequeno diante do Messias. É São João que vai batizar Jesus Cristo nas águas do Rio Jordão. “João Batista disse: Eu nem sequer sou digno de desamarrar as correias da sandália daquele que é maior do que eu. Ele reconhece que é pequeno diante de Jesus”, completa o padre.

Segundo a tradição, Isabel (mãe de João Batista), prima de Maria (mãe de Jesus), quando João Batista nasceu, teria acendido uma fogueira para que Maria pudesse perceber de longe que o filho de Isabel havia nascido. “Maria quando vai visitar Isabel, ela já estava com seis meses de gestação. É por isso também que o São João é celebrado no dia 24 de junho, exatamente seis meses antes de 24 de dezembro (Jesus nasce seis meses depois)”, detalha Moises Coelho.

A história religiosa, conforme o padre, conta que quando Maria chega, Isabel diz: “Que honra, eu tenho de receber a mãe de Nosso Senhor” e João Batista, ainda na barriga da mãe, começa a pular de alegria. “Essa associação com o pular de alegria remete a essa festa alegre. E a fogueira com o anúncio do nascimento de João Batista”, destaca o padre.

Fogueiras proibidas em toda a PB

As tradicionais fogueiras estão proibidas através da Lei Estadual 11.711/2020, que torna proibido acender fogueiras em espaços urbanos no Estado enquanto perdurar a pandemia da Covid-19. A fumaça das fogueiras piora o quadro de saúde de pessoas com problemas respiratórios. A inalação de fumaça também é maléfica para pacientes com enfisema pulmonar.

A Secretaria do Meio Ambiente de João Pessoa (Semam-JP) informou que está atuando neste ano de maneira educativa em relação as fogueiras, pedindo para que elas sejam apagadas nas residências.

Em 2021, a Semam registrou 19 denúncias sobre acendimento de fogueiras em nove bairros de João Pessoa durante todo o mês de junho. O bairro de Cruz das Armas foi uma das regiões com o maior número de ocorrências. Este ano, quem quiser denunciar infrações ambientais podem acionar a Semam através do telefone 3218-9208. Este contato funciona também como WhatsApp e a população pode enviar vídeos.

Para formalizar a denúncia é preciso informar o endereço completo da ocorrência, com ponto de referência, para que os fiscais possam fazer a vistoria.

De acordo com o comandante do Batalhão de Polícia Ambiental da Paraíba (BPAmb), tenente-coronel Melquisedec Lima, um dos focos durante o São João deste ano é a questão da fiscalização da venda ilegal de madeira. “O Batalhão de Polícia Ambiental vai realizar uma operação de combate a venda ilegal de madeira. As viaturas vão visitar os pontos de venda, checar as licenças, ver se está autorizada a venda para esse período e aquele tipo de madeira específica”, informou. 

Bombeiros dão dicas para evitar queimaduras

O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) anunciou uma série de dicas de segurança e prevenção de acidentes com fogueiras e fogos. A corporação recomenda que quem for acender fogueira precisa escolher locais limpos. Também é necessário controlar a altura da fogueira, evitando pilhas de madeira muito altas, pois elas podem desabar e provocar acidentes graves.

Outra recomendação é jamais fazer fogueiras próximo a rede elétrica, árvores, posto de combustíveis e locais de aglomeração de público. Outra dica é preferir usar querosene para pôr fogo na lenha e nunca jogar líquidos inflamáveis na fogueira acesa.

Além disso, o Corpo de bombeiros orienta que em nenhum momento a pessoa deve pular a fogueira acesa, devido ao risco de queda e queimaduras no corpo. Também não é indicado soltar fogos de artifício dentro dela, independente do tipo e da classe do artefato. No dia seguinte, após a fogueira ser acesa, deve-se verificar se se ainda há brasas acesas.

Em caso de queimaduras, deve-se lavar a área queimada apenas com água corrente em temperatura ambiente. Não é recomendado passar qualquer produto, pomada ou receita caseira no local afetado, pois existe alto risco de infecção.

A vítima precisa retirar ainda todos os acessórios (pulseiras e anéis), pois a área queimada incha e os objetos podem ficar presos. A vítima precisa ser conduzida imediatamente para o hospital de referência para tratar a queimadura.

*Matéria publicada originalmente na edição impressa de 23 de junho de 2022.

BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41