Contraste

Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Paraíba > Paraibanos antecipam compras de produtos para ceia de Natal

Notícias

Paraibanos antecipam compras de produtos para ceia de Natal

Consumidores decidiram garantir os itens tradicionais do jantar natalino, e supermercados tentam segurar os preços

por publicado: 25/11/2021 08h49 última modificação: 25/11/2021 08h49
Para a cliente Graça Clementino, a antecipação das compras tem o intuito de evitar a aglomeração nos dias mais próximos à data

Para a cliente Graça Clementino, a antecipação das compras tem o intuito de evitar a aglomeração nos dias mais próximos à data

por Iracema Almeida*

Restando poucas semanas antes da ceia de Natal, os preparativos para atender os clientes no setor de alimentos e bebidas estão a todo vapor. Quem vai aos supermercados da capital paraibana deve ter percebido a mudança na disposição de itens nos estabelecimentos, além da maior variedade de produtos característicos da data como panetones, queijos do reino, castanhas, espumantes e vinhos.

De acordo com a encarregada de um supermercado do bairro de Manaíra, em João Pessoa, Dalva Rangel, todo ano, nos meses de novembro e dezembro, os produtos natalinos são colocados de forma que fiquem bem acessíveis aos consumidores em diversos pontos da loja. “Nossa intenção é facilitar a vida dos clientes, já que muitos deles estão antecipando suas compras para o Natal”, ressalta.

A cliente Graça Clementino, 53 anos, é uma das paraibanas que já está adiantando as compras natalinas, pois gosta de ter boas opções. “Eu já vou levar o tender e meu queijo do reino. Sempre gosto de comprar antes, para não deixar pra última hora. Mês que vem é aquela agonia nos mercados e ainda corro o risco de não achar o que gosto”, comenta a técnica de enfermagem.

O medo de não achar os produtos de preferência também levou a médica veterinária Tarcila Oliveira, 52 anos, a buscar os produtos natalinos com antecedência. “Amo panetone e como durante os outros meses do ano a gente não acha em todo lugar, aproveito esse período para comprar sempre que venho ao mercado. Já o queijo do reino, que não pode faltar na ceia da minha família, eu compro antes mesmo para garantir o que eu gosto”, afirma.

Preços mais altos

Em relação ao reajuste dos preços, se comparado ao Natal do ano passado, a encarregada Dalva Rangel observa que foi preciso repassar ao consumidor, mas o supermercado no qual ela trabalha decidiu acrescentar de 5% a 10% para não pesar no bolso dos clientes. “Mesmo tendo comprado mais caro, não aumentamos muito o valor dos produtos. Aqui, por exemplo, tem cestas natalinas de R$150 a R$300. Inclusive, elas são responsáveis por 80% do nosso faturamento dessa época do ano”, diz Dalva.

Entre os produtos mais procurados estão os panetones – que podem custar de R$9,90 a R$109,90 – e os queijos do reino, com valores entre R$45 e R$120. O peru pode ser encontrado entre R$26 por quilo a R$30 por quilo, já o preço do quilo do chester custa em média R$25. Os vinhos e espumantes também passaram por reajustes, mas os consumidores podem encontrar cidras com preços acessíveis que vão de R$19,90 a R$29,99. O tender também faz parte das compras natalinas e varia de R$59 a R$82, dependo do tamanho e peso escolhido pelo consumidor.

 *Matéria publicada originalmente na edição impressa de 25 de novembro de 2021


BR 101 - KM 03 - Distrito Industrial - João Pessoa-PB - CEP: 58.082-010
CNPJ 01.518.579/0001-41